Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Cliente Perfeito

Uma perspectiva diferente do mundo encantado do atendimento ao público!

O Cliente Perfeito

Uma perspectiva diferente do mundo encantado do atendimento ao público!

10| Bem me quer, Mal me quer

Para vos falar deste cliente tenho primeiro que vos dizer que trabalhei numa loja que vende roupa interior. E isto acarreta muita responsabilidade, pois vocês não imaginam certamente o quanto as pessoas levam a sério a compra desta parte do vestuário, mas isso não vem para o caso. O que vos queria contar hoje é a dificuldade que os homens têm em comprar presentes no dia dos namorados e isto piora porque existem tamanhos ao barulho. Não se enganem, não tenho rigorosamente nada contra o dia dos namorados e acho muito bem os homens oferecerem presentes às suas esposas/namoradas/amigas coloridas/amantes/one night stand, apimenta a relação e ajuda a auto-estima. O problema aqui é que os homens tendem a jogar à mímica com as funcionárias "hum... os seios da minha namorada enchem-me as mãos, está a ver?" ou "a minha mulher é assim mais ou menos como você ou secalhar mais magrinha". 

E por isso eu peço: mulheres de Portugal não basta apenas atirarem para o ar o vosso número de soutien e cuecas, os vossos respetivos não decoram, muito menos entendem porque raio o número do soutien tem números e letras à mistura. Deixo-vos uma sugestão: escrevam num papelinho. Só nos ajuda a nós próprias, pois acredito que já houve muita mulher por esse país fora a ficar sem a sua prenda na noite dos namorados, porque simplesmente não é o tamanho certo.

 

Não precisam de agradecer, isto é serviço público!

3 comentários

Comentar post