Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Cliente Perfeito

Uma perspectiva diferente do mundo encantado do atendimento ao público!

O Cliente Perfeito

Uma perspectiva diferente do mundo encantado do atendimento ao público!

Então e os lojistas, são perfeitos? #1

Pois é, pois é, já estava na hora de este blog mostrar o outro lado do atendimento ao público: os lojistas. Como eu tenho tentado demonstrar os clientes pecam, e muito, verdade seja dita. Contudo, ainda existem lojistas a cometer muitos erros básicos (eu inclusiva) que podem muitas vezes por a venda em causa. E hoje é essa a minha missão: contar-vos alguns comportamentos que afastam os clientes. Sem esquecer que muitas vezes estas atitudes por parte dos lojistas são apenas ordens que têm que cumprir, mesmo que não concordem. Cá vai disto, divirtam-se:

 

1) Boa tarde, posso ajudar? - Calma senhores, o cliente ainda só pôs um pé dentro da loja, estão a querer ajudar em que ao certo? É fácil perceber quando um cliente realmente precisa de ajuda, normalmente faz aquela cara de perdido ou anda à nossa procura, ou está em busca de um número que nunca mais encontra. Para mim existe uma regra: deixar o cliente dar pelo menos uma volta pela loja, dar tempo que o cliente realmente veja o produto. Isto não tem nada a ver com um simples boa tarde, que pode ser dito a qualquer momento, mesmo no momento da entrada do cliente na loja, o problema é o "posso ajudar?" repentino.

 

2) Ah pois pois, à minha mãe já aconteceu o mesmo - Não meus amigos, os clientes adoram partilhar a sua vida connosco, mas não querem saber sobre a nossa. Quando um cliente partilha alguma informação íntima está em busca de compaixão, não de partilha mutua. Por isso, nada de falar sobre a vossa vida pessoal! (Existem excepções à regra, como é natural).

 

3) Ajudar o mínimo e o básico - Quando um cliente procura a vossa opinião sobre um tamanho, cor ou forma, é importante apenas ajudar o mínimo, senão correm o risco de na caixa ele dizer à vossa colega "pois, eu ia levar mais uma cor dessa blusa, mas a sua colega disse que o amarelo não me ia ficar muito bem", e aí recebem aquele olhar odioso da vossa colega, então se o cliente tiver dito ao chefe fujam.

 

4) Ana, vou só ali fazer xixi! - Esta já me saiu algumas vezes, assim alto. E os clientes ficam com aquela cara de "menos por favor". É importante ter cuidado com as conversas entre colegas em frente dos clientes, não se pode dizer tudo o que nos vem à cabeça. Muito menos falar mal sobre a equipa, chefe ou empresa a um cliente, nunca sabemos ao certo quem estamos a atender. A regra é atender toda a gente da mesma maneira.

 

5) Já lhe disse que não tenho, ok? ok? - Meus caros, o cliente está-se pouco borrifando se acordaram com o pé fora da cama, se estão com a birra da fome, resumidamente o cliente não quer saber se vocês são um ser humano com sentimentos, é tentar separar as águas e deixar o mau humor em casa, por muito que custo. Não é preciso pulos de alegria, só mesmo aquele sorriso básico.

 

No fundo, no fundo, é tentar não respirar muito alto e pensar 3 vezes antes de fazer alguma coisa, ok? 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.