Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Cliente Perfeito

Uma perspectiva diferente do mundo encantado do atendimento ao público!

O Cliente Perfeito

Uma perspectiva diferente do mundo encantado do atendimento ao público!

Então e os lojistas, são perfeitos? #2

Hoje vou dar continuação à minha rúbrica "Então e os lojistas, são perfeitos?", para quem não leu a primeira parte é só carregar aqui. Como eu já disse anteriormente, ainda existem lojistas que cometem os erros mais básicos, quando chega a hora de atender os clientes. Estes erros muitas vezes geram a perda de uma venda, por isso é cada vez mais necessário sermos calculosos, porque os clientes são cada vez mais picuinhas. Por isso, hoje deixo aqui mais três erros comuns por parte dos lojistas, que fui detetando ou eu própria já os cometi:

Cá vai disto:

 

1) Azul? Cuecas? Ah já sei, amarelo? - Calma senhores, é preciso é calma. Quando um cliente se dirige até nós com alguma dúvida, deixem as pessoas acabarem de falar. Tentar adivinhar a cada palavra que o cliente diz, assim não dá, eles ficam logo impacientes. Eu aprendi isto da pior maneira, depois de tanto tempo a ouvir as mesmas perguntas, achei que já sabia tudo o que podia sair da boca de um cliente. Enganei-me e um dia levei com um "MAS A MENINA DEIXA-ME ACABAR?". Ups.

 

2) Não, não temos! - Um dia, pela altura do Natal, vi umas botas num site de uma loja que adorei. Convenci a minha mãe a oferecer-me e fomos ao centro comercial. Era fim da tarde, ainda faltava umas quantas horas para as lojas fecharem, dirige-me à tal marca e pedi as botas no meu número, porque não as encontrava expostas. A menina respondeu-me logo: "não temos". Ainda tentei que verificasse, tentei convencê-la a fazer o trabalho dela, mas mesmo assim levei novamente com um "não temos". Fomos jantar e eu não me calava com os raios das botas, a minha mãe lá achou por bem ir tentar novamente, desta vez perguntou a um rapaz. Ele foi ao armazém e passado um minuto volta com as botas na mão. A minha mãe como não leva sapos para casa, fez questão de lhe dizer o que se tinha sucedido umas horas antes. Por isso não mintam, eu sei que às vezes dá uma certa preguiça ir verificar, mas esta situação pode facilmente tornar-se numa reclamação.

 

3) Olhe lá, eu estou a arrumar! - Como já referi em alguns textos, os clientes adoram mexer em tudo o que nós lojistas estamos a mexer. Mas a verdade é que um português precisa de desarrumar para comprar. Quando mais ar de feira a loja tiver, melhor. Ok, posso estar a exagerar. Mas o importante é que não vale a pena lutar contra um cliente que quer desarrumar, mas vale abandonar o local e deixa-lo ser feliz. Nem vale a pena ir logo arrumar aquela peça que o cliente acaba de largar, porque ele facilmente volta atrás para busca-la, porque um bom cliente para levar qualquer coisa precisa de abandona-la umas boas três vezes.

 

E é isto, novos episódios em breves.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.